terça-feira, 12 de junho de 2012

EFÊMERAS


Já li e ouvi falar muito sobre a eclosão de efêmeras, insetos alados que tem curtíssima vida em fase adulta (de algumas horas a um dia). Normalmente essa eclosão ocorre de forma sincronizada, quando então esses insetos abandonam sua fase aquática e irrompem à superfície aérea, acasalam, depositam seus ovos e depois morrem.
As efêmeras são obviamente importantes na alimentação dos peixes, sendo que muitas moscas procuram imitá-las.
Sempre imaginei esse fenômeno em algum riacho na montanha, cheio de trutas, até que o presenciei bem pertinho de casa.
Estava pescando lambaris no ribeirão do cipó, usando ninfas, sem muito sucesso. Era final de tarde quando percebi centenas, talvez milhares de pequenos insetos brancos voando sobre a margem do rio, parecia que haviam saído do nada.
Coloquei uma mosca seca no meu tippet e arremessei – a isca mal caiu na água e já veio o ataque.
Passei o pouco que restou do dia me divertindo com os ataques frenéticos dos lambaris na superfície.

Nenhum comentário:

Postar um comentário