domingo, 15 de maio de 2011

PESCARIA NO GUARUJÁ

Sexta foi feriado em Poços de Caldas, então, eu e o Ricardo, meu cunhado, resolvemos descer para o litoral para uma pescaria. O local escolhido foi a praia do tombo, no Guarujá.
A previsão era de um a dia chuvoso e de temperatura amena, o que não é necessariamente ruim, pois com o tempo assim há poucos banhistas na praia. Saímos então por volta das 07:30h e chegamos à 09:00h.
Montamos nosso equipamento no canto direito da praia, que estava praticamente deserta, com a exceção de alguns surfistas que insistiam em trombar com nossas linhas e alguns “nóias” que toda hora iam fumar maconha nas pedras.

material: vara pampo de 2,7 m, carretilha brisa 5000, linha mono 0,25 mm, chumbada de 90g e chicote com 2 anzóis
 De qualquer forma foi um dia bem fraco, com pouquíssimas ações. Ficamos nesse canto até mais ou menos meio dia, e os peixes nem beliscavam os camarões que levamos como isca ou os tatuís que peguei na areia. Então resolvemos ir mudando de lugar em direção ao lado esquerdo da praia, sem que nossa sorte mudasse.
 Foi somente por volta de umas 15:00h que veio a primeira puxada. Fisguei e trouxe um belo bagre que não resistiu ao tatuí (num dia ruim como esse, bagre é ouro!).
 Em seguida o Ricardo perdeu uma fisgada. Mais tarde, minha linha bambeou, achei que o Ricardo tinha enroscado nela. Quando fui recolher, senti uma forte puxada, então fisguei, e, depois de uma boa briga, saiu um lindo pampo (ou será sernambiguara?), também pego no tatuí.
pesca de praia
 O Ricardo dessa vez ficou no zero a zero, quem sabe na próxima, rsrsrsrs.
Depois dessas ações, os peixes deram outra parada e, por volta das 16:00h, o tempo fechou de vez, quando finalmente resolvemos arrumar as coisas e ir embora, mas não antes de comer uma boa porção de isca de peixe frito em um barzinho à beira mar (isso é que é vida!).

Foi isso, apesar do dia fraco, estou gostando cada vez mais dessa modalidade de pesca, pois mesmo se não sair nada, só o fato de estar ali, com os pés na areia, ouvindo o som do mar, já é bom demais!
Abs.

Nenhum comentário:

Postar um comentário