terça-feira, 9 de agosto de 2011

A LINHA É BOA, JÁ O PESCADOR...


Hoje fui testar a linha nova de fly que comprei, a contland bass big fly, feita para arremessar iscas maiores, como streamers e popers. O que a faz diferente é o formato da cabeça, que é menor e com afunilamento mais curto.
As linhas WF de uso geral normalmente tem uma cabeça mais longa, assim como o taper frontal, permitindo uma apresentação mais sutil da mosca.
Já no caso da big fly, o peso concentrado na frente e o afunilamento agressivo ajudam a virar moscas grandes, sem se preocupar muito com a apresentação.
linha WF de uso geral
Linha bass big fly
 Na prática, senti uma diferença considerável nos meus arremessos. O peso concentrado na frente faz a vara carregar com pouca linha, o que é bom para quem está aprendendo. Consegui um pouco mais de distância também, mas ainda sofrendo com os tailing loops (quando o líder tromba com a linha de fly, horrível!!).
O problema é a apresentação, se não tiver cuidado, principalmente em arremessos curtos, a linha bate na água com violência, faz um baita estardalhaço.
Achei a linha bem lisa, mais depois de algum tempo arremessando na água, ela também começa a passar com dificuldade nos passadores, chega a fazer um barulho bem estranho.
Ou seja, não tem jeito, o negócio é levar o dressing na pescaria e usar quando a coisa chegar nesse ponto...
Resumindo, gostei da linha, mas ela é bem específica, boa para uma pescaria de tucunarés ou traíras, mas para pesqueiro, ou outra pescaria que exija uma apresentação mais delicada da isca, melhor uma boa linha de uso geral mesmo.

Um comentário:

  1. Boa noite !

    Vagando pela internet achei seu blog.
    Muito bom.
    Eu tb moro em Poços de Caldas e talvez possamos trocar informações sobre pescarias.
    Abraço
    Freddy
    freddyair@gmail.com

    ResponderExcluir